quarta-feira, agosto 23, 2006

... e quem perdeu a guerra?

Se a questão é mesmo essa - quem ganhou a guerra - o escritor israelense David Grossman dá uma resposta à altura*. Uma das personalidades de destaque em Israel, autor de diversos livros e conhecido pacifista, Grossman é pai de um dos soldados mortos durante os conflitos que se desenrolaram no sul do Líbano nos dias que antecederam o cessar-fogo. O texto, publicado no francês Le Monde, é uma carta ao filho. No mínimo, dá a noção de quão humana é a guerra. Um trecho: Você dizia que caso houvesse uma criança no carro que você acabava de deter, você tentava antes de tudo tranqüilizá-lo e fazê-lo rir. E você se lembrava (...) do medo que você lhe causava, e do quanto ele o detestava, com razão. Contudo, você fazia todo o possível para tornar-lhe mais fácil aquele momento terrível, enquanto você cumpria o seu dever, sem compromisso.

E sobre o Líbano, algumas poucas linhas, que eu reproduzo aqui sem o nome do autor, atendendo a pedidos. O que ele disse me emocionou em especial e chamou minha atenção. Para quem acha que o país foi totalmente destruído, como a mídia tendenciosa ensina, vale ler e reler. O autor vive em Beirute e dá uma noção do pós-guerra. Vai na íntegra, exatamente como veio: Obrigado pela mensagem. Passamos por mais uma guerra e esperamos que não retorne, pois a situação ainda é delicada. Quanto a nós, residimos em bairro que não era zona de combate, foi especificamente bairros xiítas, escutávamos todos os aviões e bombardeios, mas estamos bem, onde não havia bombardeio a vida está correndo normal, este é o Líbano. Com o cessar-fogo dia 13 passado logo em seguida começaram a limpar as ruas e o país está voltando ao normal, nova reconstrução. Novamente obrigado e um grande abraço.

[*] Texto exclusivo para assinantes UOL. Se você quer ler o texto mas não pôde acessar, deixe um comentário com o seu email e eu envio assim que possível.

3 comentários:

Anônimo disse...

gabriel , você poderia me enviar o texto por favor ?

bethgps@hotmail.com

obrigada

Bethânia

Yeda disse...

Ga, há tempos não falo contigo. Não te vejo mais no msn também. Vc está viajando? Não atualiza mais seu blog? Visita o meu qdo puder e me diz o que achou... beijos e saudade, Ye

glau disse...

chorei lendo o artigo
bjos gabo