quinta-feira, julho 13, 2006

Uma nova frente de batalha

O caldeirão do Oriente Médio entornou de vez. Nas últimas três semanas, quem acompanha as notícias pôde ver imagens estranhamente constrastantes. No dia 22 de junho o primeiro-ministro Ehud Olmert, de Israel, e o presidente Mahmud Abbas, da Autoridade Palestina, se encontraram na Jordânia e trocaram beijos e abraços.

As imagens daquele encontro informal, promovido pelo rei jordaniano em Petra, no sul do país, deixaram a sensação de que um acordo poderia brotar entre Israel e os palestinos. Aquele foi o primeiro encontro de alto nível em meses, e representou uma volta nos contatos entre os dois lados - afastados em um conflito de tensões.

Alguns dias depois, no domingo 25 de junho, a reviravolta. Em uma operação maluca, terroristas palestinos do Hamas se arrastaram por um túnel de um quilômetro de extensão entre a Faixa de Gaza e uma base do Exército no sul do país. O saldo: dois soldados mortos, dois palestinos mortos, um israelense seqüestrado.

Depois, a reação de Israel: operação "Chuva de Verão". Ataques ao longo da Faixa de Gaza para tentar recuperar o soldado, mortes de civis, bombardeios etc etc etc. A bola de neve rola morro abaixo e ninguém mais consegue pará-la. Agora, uma nova frente de batalha - seqüestro de mais dois soldados, pelo Hizballah, na fronteira norte.

Isso aconteceu ontem. Hoje o país acordou em meio a uma nova onda de ataques, lá no norte. Uma mulher de quarenta anos foi morta em Naharia, na fronteira norte, atingida por um dos 70 mísseis Katiusha disparados do Líbano contra cidades israelenses. Como resultado, mais ataques de Israel contra o Líbano, agora: operação "Por Merecimento".

"Parece véspera de Yom Kipur"
Falei hoje de manhã, para a minha entrada na RFI, com uma moradora de Naharia. As palavras dela foram contundentes: "a cidade está vazia, não se vê ninguém nas ruas, parece que estamos em véspera de Yom Kipur". Ela me disse que já na noite de ontem a polícia ordenou à população entrar nos abrigos anti-aéreos e quartos de segurança.

E rola a bola de neve...

[FOTO] Soldados israelenses se posicionam na fronteira com o Líbano (AP/ JPost)
[ÁUDIO] Falei a respeito da nova escalada da violência hoje na RFI, aqui

3 comentários:

Ana Néca disse...

Li os jornais logo cedo e fiquei tentando me colocar no lugar de todo mundo... E não consegui! É de estraçalhar a alma. Como será que esses caras dormem? Os grandes...! Eles dormem? Será que eles todos são tão "bem resolvidos" que dormem mesmo sabendo que tem montes de crianças morrendo POR CAUSA deles?....

Roberta Lage disse...

Aqui...ja ha dias...falando nisso...
parece que esta piorando...
as noticias daqui..nao sao boas...
pois nos estamos com olho no maluco korean...iraniano..iraqui...al qaeda...medo de ataques...ainda em LA...SF...
e vi que no brasil...tambem esta tendo algo estranho...

Eo Sharon? ninguem fala mais dele...

Como esta o dia a dia ai?
Take Care...

Lili disse...

E por aqui (SP) os ataques recomeçaram...onde esse mundo vai parar???